Python facilita integração entre Biblioteca Virtual da FAPESP e novo portal institucional

14 de Setembro de 2008

Foi lançado no dia 12 de Julho de 2008, o portal Pesquisa Apoiada da FAPESP, resultado da integração entre a BV/FAPESP e a gerência de comunicação da Fundação, onde estão disponíveis os projetos de pesquisa cadastrados pela equipe da BV/FAPESP, utilizando metodologia BVS da BIREME.

No portal, os registros da BV/FAPESP além de estarem disponíveis através de um sistema de pesquisa, da mesma forma que o Iah, ele também fornece ao usuário listagens em ordem alfabética (por título, instituição, coordenador, etc) e tabulações (por área de conhecimento ou edital), para auxiliá-lo no acesso aos projetos.

A interface do portal também apresenta uma navegação diferenciada que a do Iah. Em um resultado de pesquisa ou em uma listagem em ordem alfabética, é exibido o sumário de cada projeto com link no título, apontando para sua versão mais detalhada, que por sua vez possui um link para o projeto de pesquisa completo, na página da BV/FAPESP.

O processamento das tabulações e das listagens foi desenvolvido com a linguagem de programação Python, que por sua versatilidade reduziu o tempo de programação e melhorou o processo de manutenção do código, que facilitará em futuros ajustes.

A interface com o usuário foi desenvolvida em PHP, mesma linguagem em que o BVS-Site está escrito, e os elementos dinâmicos (disponíveis nos links “Áreas do conhecimento” nas bases: Projeto Temático, PITE e PAPI e “Editais” em PIPE) foram desenvolvidos com a biblioteca JavaScript chamada jQuery, que garante compatibilidade entre navegadores e dispõe de uma variedade de funções que agilizam o trabalho de programação.

Para verificar essa integração em funcionamento selecione, por exemplo, o link “Projeto Temático” no menu do Portal. A seguir, escolha a visualização dos projetos em português no link “Projetos aprovados”, no centro da página, e selecione “Áreas do conhecimento”. Desta forma os projetos temáticos da BV serão tabulados pela grande área e pela área do conhecimento.

Python
Conforme a definição encontrada no site oficial da linguagem de programação Python, ela é

“dinâmica e orientada a objetos e pode ser usada para muitos tipos de desenvolvimento de software. Ela oferece forte suporte para integração com outras linguagens e ferramentas, vem com uma extensa biblioteca e pode ser aprendida em poucos dias. Muitos programadores Python reportam ganhos substanciais em produtividade e sentem que a linguagem proporciona o desenvolvimento de códigos com maior qualidade e melhor processo de manutenção” Traduzido do site oficial da linguagem de programação Python.

Hoje em dia o Python já é utilizado por centenas de empresas no mundo, graças a inúmeros benefícios desta linguagem, como: a facilidade no aprendizado graças à sua simples sintaxe; código de fácil leitura que facilita futuras manutenções e desenvolvimento ágil devido a tipagem dinâmica e estruturas de dados de alto nível, entre outros.

Não é à toa que muitos profissionais escolheram o Python como solução de desenvolvimento de produtos e serviços, como é o caso de uma das empresas mais importantes e eficientes da internet, o Google. Peter Norvig, diretor de qualidade de pesquisa da empresa e autor de um dos mais importantes livros de inteligência artificial, referência em diversas universidades no mundo, declara que

“Python tem sido uma importante parte do Google desde o início, e continua sendo à medida que o sistema cresce e evolui. Hoje, dúzias de engenheiros do Google utilizam Python, e estamos à procura de mais pessoas com habilidades nesta linguagem”.

Da mesma forma, Tommy Burnette, diretor técnico sênior da Industrial Light & Magic, considera a linguagem de programação fundamental para a empresa

“Python tem um papel fundamental em nosso ambiente de produção. Sem ele, um projeto do tamanho do Star Wars: Episódio II teria sido muito difícil de lançar. Desde renderização de multidões a processamento batch, Python une todas as tarefas”.

Por tudo isso, a escolha da linguagem Python na programação do processamento batch do portal Pesquisa Apoiada FAPESP se justifica, graças a sua robustez e confiabilidade que possibilitam um desenvolvimento criativo e consistente, que irá acompanhar a evolução do portal e facilitar novas implementações.

Sobre mim

Especialista em Tecnologia da Informação pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli / USP) e Cientista da Computação pelo Senac São Paulo.

Consultor em desenvolvimento de sistemas Web, com especialidade em Bibliotecas Virtuais e Digitais.

View Diego Ucha's LinkedIn profileView my full profile

Reach Solutions